Suunto is committed to achieving Level AA conformance for this website in conformance with the Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) 2.0 and achieving compliance with other accessibility standards. Please contact Customer Service at USA +1 855 258 0900 (toll free), if you have any issues accessing information on this website.

FREE SHIPPING FROM €150 | EASY RETURNS | SIGN UP FOR NEWSLETTER 

Suunto EON Core Manual do Utilizador - 2.0

Mergulhos com descompressão

Se, num mergulho com descompressão (Deco) exceder o limite de não descompressão, o Suunto EON Core fornece as informações de descompressão necessárias para a subida. A informação de subida é sempre apresentada com dois valores:

  • Limite: a profundidade que não deve ultrapassar
  • t. subida: o melhor tempo de subida em minutos para emergir com os gases determinados
ADVERTÊNCIA:

NUNCA SUBA ACIMA DO VALOR LIMITE! Não deve subir acima do valor limite durante a descompressão. Para evitar fazê-lo por acidente, deve manter-se um pouco abaixo do valor limite.

Num mergulho com descompressão, podem existir três tipos de paragens:

  • Paragem de segurança: é uma paragem recomendada de três minutos para todos os mergulhos superiores a 10 metros de profundidade (32,8 pés).
  • Paragem de profundidade: é uma paragem recomendada quando mergulha a mais de 20 m (65,6 pés).
  • Paragem de descompressão: é uma paragem obrigatória no mergulho com descompressão, para sua segurança, que evita a doença provocada pela descompressão.

Em Definições de mergulho » Parâmetros, pode

  • ativar e desativar as paragens de profundidade (esta opção está ativada por predefinição)
  • regular o tempo de paragem de segurança para 3, 4 ou 5 minutos (a predefinição é de 3 minutos)
  • definir a profundidade da última paragem para 3,0 m ou 6,0 m (a predefinição é 3,0 m)

A figura a seguir mostra um mergulho com descompressão em que o teto é de 17,7 m (58 pés):

Deco Dive EonCore

De baixo para cima vê o seguinte na imagem acima:

  1. Existe um intervalo de descompressão (Intervalo de descompressão) que corresponde a diferença entre o teto de descompressão (Teto de descompressão) mais de 3,0 m (9,8 pés) e o teto de descompressão. Por isso, o intervalo de descompressão, neste exemplo, é entre 20,7 m (68 pés) e 17,7 m (58 pés). Esta é a zona em que a descompressão tem lugar. Quanto mais perto do teto se mantiver, melhor é o tempo de descompressão.

    Durante a subida, quando se aproxima da profundidade do teto e entra na área do intervalo de descompressão, aparecem duas setas em frente ao valor da profundidade. As setas brancas viradas para cima e para baixo indicam que está dentro do intervalo de descompressão.

  2. Se subir acima da profundidade do teto, continua a existir uma área de margem de segurança, equivalente à profundidade do teto menos 0,6 metros (2 pés) onde pode fazer a descompressão. Por isso, neste exemplo, essa área está entre 17,7 m (58 pés) e 17,1 m (56 pés). Nesta área de margem de segurança, o cálculo da descompressão continua a ser efetuado, mas é recomendável descer abaixo da profundidade do teto. Neste caso a indicação do valor da profundidade do teto passa a amarelo com uma seta amarela virada para baixo à frente.

  3. Se subir acima da área de margem de segurança, o cálculo da descompressão é interrompido até que regresse abaixo desse teto. Um alarme sonoro e uma seta vermelha virada para baixo à frente do valor da profundidade, indicam uma descompressão perigosa.

    Se ignorar este alarme e permanecer acima da margem de segurança durante três minutos, o Suunto EON Core bloqueia o cálculo do algoritmo e as informações de descompressão deixam de estar disponíveis no mergulho. Consulte Bloqueio algoritmo.

Exemplos de ecrã da descompressão

Apresenta-se abaixo um ecrã típico de mergulho com descompressão mostrando o tempo de subida e a primeira paragem de profundidade obrigatória a 20,3 metros:

Asc Time Core

O Suunto EON Core mostra sempre o valor do teto a partir da mais profunda destas paragens. Quando está na paragem, os tetos de paragem de profundidade e de paragem de segurança estão sempre a uma profundidade constante. Os tempos das paragens de descompressão e segurança são contados regressivamente em minutos, e o tempo de paragem de profundidade é mostrado em minutos e segundos.

No ecrã abaixo, a profundidade do teto está definida para 9,0 m e o mergulhador encontra-se a 9,1 m. As setas brancas ao lado do valor da profundidade mostram que o mergulhador se encontra dentro do intervalo de descompressão. o valor 1' 28 é apresentado a amarelo e indica o tempo de uma paragem opcional:

Safety stop EonCore

O ecrã abaixo mostra que a profundidade do teto está definida para 3,0 m e que o mergulhador está a 3,6 m. As setas brancas indicam, de novo, que o mergulhador está dentro do intervalo de descompressão. o valor 3' 29 é apresentado a vermelho e indica o tempo de uma paragem obrigatória:

Stop 3m red EonCore

O exemplo a seguir mostra que o mergulhador está a 2,4 m (a profundidade do teto continua a ser de 3,0 m), ou seja, dentro do intervalo de descompressão, mas acima do teto. Uma seta amarela virada para baixo indica que, para ficar à profundidade ótima, o mergulhador deve descer. A profundidade ótima (a profundidade do teto) de 3,0 m é apresentada a amarelo:

Stop 2m yellow EonCore

Agora a profundidade do teto está definida para 10,0 m e o mergulhador está a 8,5 m. O mergulhador está fora do intervalo de descompressão e tem de descer. Uma seta vermelha avisa o mergulhador de que tem de mergulhar mais fundo e a profundidade do teto é indicada a vermelho:

Stop 8m red EonCore

NOTA:

Se o limite for ultrapassado durante mais de 3 minutos, o algoritmo de descompressão fica bloqueado.

Apresenta-se abaixo um exemplo do que o Suunto EON Core mostra durante uma paragem de profundidade:

Deepstop Core

Com paragens para descompressão, no modo de subida contínua o teto vai diminuindo constantemente enquanto estiver próximo da profundidade do teto, proporcionando uma descompressão contínua com um tempo de subida ótimo. No modo de subida por etapas, o teto é o mesmo durante um período de tempo específico e, em seguida, sobe 3 m (10 pés) de uma vez.

NOTA:

É sempre recomendável que se mantenha próximo do teto de descompressão ao subir.

O tempo de subida é sempre o tempo mínimo necessário para chegar à superfície. Inclui:

  • O tempo necessário para as paragens de profundidade
  • O tempo de subida a uma velocidade de 10,0 m (32,8 pés) por minuto
  • O tempo necessário para descompressão
ADVERTÊNCIA:

Ao mergulhar com diversos gases, lembre-se de que o tempo de subida é calculado sempre com base no pressuposto de que utiliza todos os gases encontrados no menu Gases (Gases). Antes de mergulhar, verifique sempre se tem apenas os gases definidos para o mergulho atual planeado. Retire os gases que não estão disponíveis para o mergulho.

ADVERTÊNCIA:

O TEMPO DE SUBIDA REAL PODE SER MAIS LONGO DO QUE O TEMPO MOSTRADO NO COMPUTADOR DE MERGULHO! O tempo de subida aumenta se: (1) permanecer em profundidade, (2) realizar uma subida mais lenta do que 10 m/min (33 pés/min), (3) realizar a paragem de descompressão a uma profundidade superior ao valor limite e/ou (4) se esquecer de mudar a mistura de gases utilizada. Estes fatores também podem aumentar a quantidade de gás de respiração necessária para chegar à superfície.

Profundidade da última paragem

Pode ajustar a profundidade da última paragem para mergulhos com descompressão em Definições de mergulho » Parâmetros » Prof. última parag.. Existem duas opções disponíveis 3 e 6m (10 e 20 pés).

Por pré-definição, a profundidade da última paragem é de 3 metros (10 pés). Esta é a profundidade da última paragem recomendada.

NOTA:

Esta definição não afeta o teto de profundidade num mergulho de descompressão. O último teto de profundidade é sempre de 3 metros (10 pés).

SUGESTÃO:

Quando mergulha com mar agitado, considere definir a profundidade da última paragem para 6 m (20 pés), pois parar a 3 m é difícil.

Table of Content