Suunto is committed to achieving Level AA conformance for this website in conformance with the Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) 2.0 and achieving compliance with other accessibility standards. Please contact Customer Service at USA +1 855 258 0900 (toll free), if you have any issues accessing information on this website.

FREE SHIPPING FROM €150 | EASY RETURNS | SIGN UP FOR NEWSLETTER 

Suunto EON Core Manual do Utilizador - 2.0

Mergulho com múltiplas misturas de gases

Durante um mergulho, o Suunto EON Core permite mudar o gás que está a utilizar para um dos gases definidos no menu Gases. Na subida, o mergulhador é sempre notificado de que deve mudar o gás, se estiver disponível um gás mais adequado.

Por exemplo, pode ter os seguintes gases disponíveis ao mergulhar a 55 m (180,5 pés):

  • tx18/45, POM 62,2m (pO2 1,3)
  • tx50/10, POM 22m (pO2 1,6)
  • oxigénio, POM 6 m

Ao subir, o utilizador é notificado de que deve mudar o gás aos 21 m (70 pés) e 6 m (19,7 pés) de acordo com a profundidade operacional máxima (POM) do gás.

Uma janela de pop-up irá notificá-lo quando for necessário mudar de gás, como apresentado abaixo:

Change Gas Core

ADVERTÊNCIA:

Ao mergulhar com diversos gases, lembre-se de que o tempo de subida é sempre calculado com base no pressuposto de que utiliza todos os gases que se encontram no menu Gases. Antes de mergulhar, verifique sempre se tem apenas os gases para o mergulho atual planeado. Remova os gases que não estão disponíveis para o mergulho.

Mudar de gás durante um mergulho

A opção de mudança de gás deve ser utilizada apenas em casos de emergência. Por exemplo, devido a acontecimentos imprevistos, um mergulhador pode perder uma mistura de gases, e nesse caso poderá ajustar-se à situação eliminando essa mistura de gases da lista de gases do Suunto EON Core. Isto permite ao mergulhador continuar a mergulhar e receber as informações de descompressão corretas calculadas pelo computador de mergulho.

Noutro caso, se por algum motivo um mergulhador ficar sem gás e necessitar de utilizar uma mistura de gases de um companheiro de mergulho, é possível adaptar o Suunto EON Core à situação adicionando a nova mistura de gases à lista. O Suunto EON Core volta a calcular a descompressão e apresenta as informações corretas ao mergulhador.

NOTA:

Esta funcionalidade não está disponível por predefinição, devendo por isso ser ativada. Esta opção cria um etapa adicional no menu do gás durante o mergulho. Só está disponível se forem selecionados diversos gases para o modo de mergulho.

Para poder alterar os gases, ative a função respetiva no menu das definições em Definições de mergulho » Parâmetros » Alterar os gases.

Esta funcionalidade, no caso de estar ativada, durante um mergulho com múltiplos gases, permite adicionar um novo gás e selecionar um gás existente na lista de gases para o eliminar.

NOTA:

O mergulhador não pode alterar nem remover o gás que está a ser utilizado (gás ativo).

Quando a opção Alterar os gases está ativada, pode remover da lista os gases que não estão a ser utilizados, adicionar novos gases à lista e alterar os parâmetros (O2, He, pO2) dos gases não ativos.

Contradifusão isobárica (ICD)

A contradifusão isobárica (ICD) ocorre quando diferentes gases inertes (tais como o nitrogénio e o hélio) se dispersam em direções diferentes durante um mergulho. Por outras palavras, um gás está a ser absorvido pelo organismo enquanto outro está a ser libertado. A ICD representa um risco em mergulhos com misturas trimix.

Isto pode ocorrer durante um mergulho, por exemplo, quando o gás trimix é substituído pelo nitrox ou trimix light (ligeiro). Quando a substituição é feita, dá-se a rápida dispersão de hélio e nitrogénio em direções opostas. Esta situação produz um aumento transitório na pressão de gás inerte total, o que pode resultar na doença da descompressão (DCS).

Atualmente, não existem algoritmos para abordar a ICD. Deste modo, é necessário tê-la em conta durante o planeamento de mergulhos trimix.

Pode utilizar o Suunto EON Core para planear a sua utilização de trimix de modo seguro. No menu Gases, pode ajustar as percentagens de oxigénio (O2) e hélio (He) para visualizar a alteração nos valores da pressão parcial de nitrogénio (ppN2) e da pressão parcial do hélio (ppHe).

Um aumento na pressão parcial é indicado por um número positivo, e uma diminuição é indicada por um número negativo. As alterações na ppN2 e ppHe são apresentadas junto de cada mistura de gás para a qual pretende mudar. A profundidade operacional máxima (POM) de um gás respirável é a profundidade a que a pressão parcial do oxigénio (pO2) da mistura de gases excede um limite seguro. Pode definir o limite de pO2 do gás.

É gerado um aviso de ICD quando:

  1. A profundidade de substituição do gás é superior a 10 m (33 pés).
  2. A média geométrica da alteração da pressão parcial de N2 e a alteração da pressão parcial de He for superior a 0,35 bar.

Se estes limites forem excedidos devido a uma substituição de gás, o Suunto EON Core indica o risco de ICD como se mostra abaixo:

isobaric eon

Neste exemplo, as misturas de gases disponíveis para um mergulho trimix de profundidade são:

  • Trimix 15/55, POM 76,7 m (pO2 1,3)
  • Trimix 35/15, POM 27,1 m (pO2 1,3)
  • Trimix 50/10, POM 22 m (pO2 1,6)
  • Oxigénio, POM 6 m

Suunto EON Core destaca uma condição ICD perigosa quando a mistura de gás é alterada de 15/55 para 35/10 a uma profundidade de 27,1 m.

Se esta alteração ao gás for efetuada, a alteração na ppN2 e ppHe irá muito além dos limites considerados seguros.

Uma forma de evitar o risco de ICD passa por aumentar o conteúdo de hélio na mistura do primeiro gás de descompressão (trimix 35/10) para obter uma mistura trimix 35/32. Devido a esta alteração, o segundo gás de descompressão (trimix 50/10) necessita de mais hélio para evitar o risco de ICD. A mistura do segundo gás de descompressão deve ser trimix 50/12. Estas alterações manteriam as mudanças na pressão parcial num nível seguro e eliminariam o perigo de uma ICD repentina.

Table of Content